terça-feira, 4 de setembro de 2012



Lancem a bomba atómica!



Hoje estou com os azeites.
A porcaria do pc continua a dar problemas. Agora nem consigo escrever os posts para o blog no Sony. Tenho que o fazer noutro computador, um ancião que é de uma eficácia que deita o outro para um canto em três segundos.
Ontem, no post sobre o toureiro apanascado, referi que o nosso país está entregue a morcões. Hoje até vos digo mais: está deitado aos cães, governado por criminosos de colarinho branco, ajoelhado perante gajos que choram baba e ranho, porque só ganham 10 milhões de euros por ano e agora é uma chatice, com contribuições para a Seg. Social, isto ao fim do ano são menos dois milhões e assim já nem vale a pena dar ao cabedal e levantar-se da cama.
Para piorar, o ar, por estes lados, à semelhança do que vem acontecendo um pouco por toda a parte, está irrespirável. Soube que temos as beiras a arder! Pergunto-me como é possível. Fico, honestamente, triste. Temos o nosso país a arder há meses. Os resquícios de civilização vão-se com as chamas. Ficam as cinzas que espelham bem as mentalidades de merda de cada um de nós.
Sei que também os há diferentes. Sei que há pessoas que se preocupam, que lamentam a ineficácia da educação nas escolas portuguesas. Que lamentam que os professores em Portugal se preocupem mais com encher as salas de tralha no Natal e manipular a criançada para um teatro/musiquinhas merdoso/as de final de período do que, propriamente, sensibilizar as gerações futuras para a importância do nosso património natural.
Há dois anos, quando leccionei numa aldeia aqui perto, os meus alunos entraram na sala com lagartixas por eles mutiladas. Toda a gente se engraçou com aquilo. Eu entristeci-me por todos eles, que não enxergam mais do que uma graçola inocente. Não há inocência nisso, há maldade, há o desenvolvimento de gente sem respeito pelas várias formas de vida.
- Olha, ao cortares o rabo a esse pequeno ser que é a lagartixa, causas-lhe tanta dor como se te cortassem um braço, sabias?
Não, claro que não sabiam. Os animais não sentem dor, não é?! Aquilo é apenas uma pedra com pernas. Cambada de brutos.
Foi o último ano que leccionei. Adorava os meus alunos e sei que poderia ter feito um bom trabalho com aqueles miúdos. Mas somos tantos. Quem me dera também poder dizer que somos bons.






12 comentários:

  1. É triste mesmo ver tanta impunidade!

    Bjs

    Marrie
    www.2fstyle.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Ai que nojo, acho que enfiava um bofardo em cada um.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dissequei o assunto até ao tutano e, no fim, eu sei que eles até perceberam que fizeram uma grande maldade. Mas são tão pequenos ainda. Vão sempre ter alguém para lhes dizer que aquilo é fixe, que é coisa de crianças. Que eu exagerei!

      Eliminar
  3. Era simples, não era. Tudo se resolvia com educação, com o ensinamento de princípios desde o berço. Mas quem é que a vai ministrar? Os pais incultos? Os professores que desperdiçam energias a pensar num futuro que não há meio de aparecer?
    Dos fogos o que me espanta é ainda haver que arder. Porque não é temos o país a arder há meses. O país arde há mais de 30 anos.
    Bom, sobre as lagartixas, eu proíbo a minha cadela de as perseguir... mas ela é inteligente.
    Um pormenor: não sei se elas sentem dor ao perder a cauda, mas sei que é um mecanismo de defesa contra os predadores. Quando se sentem apanhadas pela cauda, elas deixam o predador entretido com a cauda (que volta a nascer) e salvam a vida.
    De qualquer modo, é cruel, até porque aposto que os putos não as iam devolver à Natureza.
    Epá, mas isto é tudo muito deprimente e eu hoje já estou deprimido QB. :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, tens razão. Andamos sempre a arder. Suponho que, realmente, não sintam tanta dor como a equivalente àquela que se deve sentir quando nos amputam um braço. Mas o objectivo é mesmo que a informação marque as cabecitas deles.

      Eliminar
  4. Oii linda! Quero te convidar a participar do primeiro sorteio que ta rolando lá no meu Blog...
    Os itens são inspirados na trend CANDY COLORS!
    Confira tudinho:

    http://blogfashiontips.blogspot.com.br/2012/09/primeiro-sorteio-do-blog-itens-candy.html

    Você vai adorar!
    Bj Bj <3

    ResponderEliminar
  5. Olha nem sei o que te diga.
    A culpa? Dos pais, provavelmente. Mandam os putos para a escola para serem educados. Coisa que já deveria vir de casa e apenas ser desenvolvida pelos professores.

    ResponderEliminar
  6. Queirda, o mundo está cheio de aldabrões e hipócritas.

    Mas a questão é porquÊ??

    Porque neste mundo existe falta dos valores morais, que infelizmente cada vez se vê mais, que pouca gente os têm.

    Boa quarta;)

    Beijinhos
    http://pinkstarnailsanastacia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Percebo e partilho da tua revolta;
    Tal como Runaway o que me admira é ainda haver o que arder...
    País de brutos, este...

    ResponderEliminar
  8. Gostei muito do post. Sobretudo da última frase!

    ResponderEliminar
  9. Alguma vez leste Peter Singer? Aconselho-to vivamente que procures algumas coisas sobre ele que há na net, e eu um dia destes provavelmente vou postar sobre as ideias dele, que é provavelmente um dos maiores filósofos vivos, e do que ele diz sobre os animais. :)

    ResponderEliminar
  10. Trabalhei algum tempo na secção de livros da Fnac Viseu e lembro-me de ver por lá alguns livros do senhor, mas nunca li. Vou comprar o Libertação Animal. Obrigada pelo conselho, Vic! :)

    ResponderEliminar